Tendências da área de compactação de solo: controles eletrônicos, telemetria e sistemas de controle contínuo de compactação

 O mercado de compactação de solo vem adotando nas últimas décadas novas tecnologias para levar aos usuários mais benefícios em termos de produtividade, rentabilidade e economia na operação. Uma delas é o sistema de controle contínuo de compactação, que vem sendo aprimorado pelos fabricantes, e permite, por exemplo, um arquivamento eletrônico do trabalho executado, com informações de velocidade, amplitude e frequências aplicadas, mapeamento da compactação executada, do local compactado, entre outras variáveis. 

“Com essas informações é possível criar um banco de dados de execução do projeto. Assim, se aparecer qualquer anomalia, pode-se verificar com precisão o que e aonde aconteceu. É uma ferramenta, que aumenta a confiabilidade da execução de projeto e também reduz os custos com controle de compactação”, explica Carlos Santos, gerente de produto da Atlas Copco. 

No caso da telemetria, o executivo destaca que essa tecnologia é recente, por serem sistemas mais complexos, sendo explorados pela indústria apenas nesta década. “O hardware para transmissão de dados, os protocolos aplicados tornaram-se confiáveis somente nos últimos anos”, afirma. Essa tecnologia, que traz possibilidades diferentes e interessantes de trabalho e controle de produção, permite ao usuário acessar dados de um equipamento remotamente. “Assim, ele pode realizar avaliações de consumo, produção e até mesmo diagnósticos de falhas. E, quando necessária a ida de um técnico de manutenção ao equipamento, ele estará melhor preparado para a situação, pois já terá feito o diagnóstico remoto, tornando a ação mais assertiva”, acrescenta.

Para Santos, essas duas tecnologias somadas à maior inserção de controles eletrônicos, que proporcionam, entre outros benefícios a redução no consumo de combustível, devem continuar a receber investimentos das fabricantes de equipamentos para compactação de solo porque visam, principalmente, o aumento da produtividade na operação. 

As informações e detalhes sobre as tecnologias e os conceitos na área de compactação de solo serão tema do primeiro painel do Sobratema Workshop, a ser promovido no dia 6 de abril, em São Paulo. Um dos palestrantes do evento, Santos ainda destaca que o mercado brasileiro apresenta oportunidades para evoluir em termos da aplicação de inovações tecnológicas. “No entanto, isso dependerá dos investimentos em capacitação profissional para que ele possa operar o equipamento de forma assertiva e com precisão, além da divulgação dessas tecnologias e da diminuição do custo para desenvolvimento e implantação”, avalia.

Além da Atlas Copco, no primeiro painel também estarão presentes especialistas da Bomag Marini, do Grupo Ammann e da XCMG Brasil. Para o segundo painel sobre compactação de asfalto, estão confirmadas as presenças de profissionais da Caterpillar, da Ciber Equipamentos Rodoviários (Wirtgen Group) e da Volvo Construction Equipment.

Patrocionadores

Exclusive I

Realização

Apoio

Local: CBB – Centro Brasileiro Britânico - Rua: Ferreira de Araújo, 741 – Bairro Pinheiros - São Paulo - SP